segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Máquinas Rodoviárias: conceito e classificação.

Nós sabemos que o primeiro modelo de escavadeira surgiu sob autoria do engenheiro civil William Smith Otis (1813 – 1839). Sua invenção, denominada “Crane-Excavator for Excavating and Removing Earth” e patenteada em 24 de fevereiro de 1839, número 1089, consistia em um braço articulado montado em um pequeno vagão ferroviário, com um motor a vapor responsável por um conjunto de polias e cabos de aço que moviam a caçamba, responsável por escavar a terra.

O sucesso dessa invenção foi adotado por empresas de construção de ferrovias e para a construção de canais e, empresas americanas passaram a produzir as escavadeiras a partir de 1865.

No período de 1834 a 1954, surgiram os equipamentos de terraplenagem (ou movimentação de terra) que conhecemos atualmente.

Por outro lado, durante a Segunda Guerra Mundial (1939 - 1945) é que foram introduzidas as primeiras máquinas de terraplenagem no Brasil.



* O conceito

O conceito de máquinas rodoviárias é geralmente relacionado ao contexto de máquinas de terraplenagem (ou movimentação de terra), de compactação, de construção e/ou máquinas pesadas.

Todavia, qualquer semelhança é mera coincidência. Esse veículo construído para a realizar trabalhos de terraplenagem, construção, obras públicas, pavimentação e manutenção das rodovias e vias públicas, dá-se o nome de máquinas rodoviárias.



* Classificação dos equipamentos

Em 01 de janeiro de 1968, foi publicado pela ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas, a classificação e terminologia das máquinas rodoviárias – equipamentos e máquinas para compactação, denominada “ABNT TB 94:1968.

Essa classificação e terminologia tinham por fim classificar e definir os equipamentos, máquinas e implementos utilizados na construção, manutenção ou sinalização de rodovias. Essas normas substituíram a classificação de máquinas rodoviárias P-NG-103 de 1962.

Aos 08 de janeiro de 2009, devido ao seu conteúdo estar ultrapassado e não ser recomendado para os novos equipamentos, produtos e serviços, estas normas não foram mais utilizadas pelo setor. Todavia, pode ser mantido em função da existência dos equipamentos em utilização no mercado brasileiro.

Já a norma P-NG-103 classifica os equipamentos em três grupos: máquinas de terraplenagem, máquinas para elevação e escavação e máquinas de compactação.

As máquinas de terraplenagem estão divididas em unidades automotrizes e rebocadas, pertencendo a cada categoria, os equipamentos.

As máquinas para elevação e escavação são classificadas em unidades de estrutura giratória, com propulsão conjugada ou independente.

As máquinas de compactação dividem em rolos compactadores automotores e rebocados.

A norma ABNT NBR 6142, publicada em 30 de novembro de 1980, define os termos correlatos a equipamentos, máquinas e implementos de terraplenagem. Essa norma foi cancelada em junho de 1997.

Outras normas seguiram: a ABNT NBR 6141:1997 (Máquinas Rodoviárias – Equipamentos, máquinas e implementos de terraplenagem e compactação – Terminologia e classificação), cancelada em setembro de 2007; a ABNT NBR NM-ISO 6165:2004 (Máquinas Rodoviárias – Tipos básicos – Vocabulário), cancelada em outubro de 2008; e a ABNT NBR MN-ISO 6165:2008 2ª Edição (Máquinas Rodoviárias – Tipos básicos – Identificação, termos e definições), em vigor desde outubro de 2008.

Assim, de caráter educacional e informativo, irei salientar a seguinte nomenclatura para a classificação dos equipamentos:

a) Unidades de tração;
b) Unidades escavo-empurradoras;
c) Unidades escavo-transportadoras;
d) Unidades escavo-carregadoras;
e) Unidades aplainadoras;
f) Unidades de transporte;
g) Unidades compactadoras;
h) Unidades escavo-elevadoras.

Essa classificação é usada por estudantes em trabalhos acadêmicos, embora divirja a opinião de professores e educadores da área. Contudo, há outras mais usadas que seria conveniente fixar.

Foto:  caminhão fora-de-estrada de Bell Equipment Limited.

0 comentários:

Postar um comentário

Case Construction Equipment

Case Construction Equipment

Fale com o Autor:

* Edson B. Vidal
Fone: (33) 98428 9011
Email: vidal.edson@yahoo.com.br
EXPEDIENTE: canal informativo do setor de máquinas e equipamentos pesados no Brasil. É proibido copiar os artigos e fotos deste canal, sem a prévia autorização do autor, ou titular dos mesmos. Qualquer artigo copiado ou fotos, devem conter a fonte original. Espero que, todos os leitores saibam produzir seus artigos sem infringir os Direitos Autorais sobre sua Propriedade Intelectual, nos termos da Lei 9610-98 (artigos 101 à 110). Plágio é crime e está previsto no Código Penal (artigos 184 à 186). Todos os artigos estão baseados em informações vigente na data da publicação. O autor se reserva o direito de alterar os artigos sem aviso prévio.

  © Blogger template AutumnFall by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP